Disciplinas Auxiliares, 1º Ano - 1º Semestre


Atualizada para 2020/2021: Estas unidades curriculares não são oferecidas em exclusivo aos alunos do programa em Ciência Cognitiva e podem ter lotação limitada. Para obter informação sobre disponibilidade de turmas/horários, queira consultar as páginas web das disciplinas ou obter informação actualizada junto do departamento respectivo.


Lógica
Departamento de Filosofia

Espera-se que os estudantes sejam capazes de adquirir e aplicar competentemente um conjunto de conceitos, princípios e técnicas elementares que são centrais aos seguintes segmentos da lógica formal moderna: lógica proposicional, teoria da quantificação e teoria da identidade. Consideram-se os seguintes aspectos dessas teorias lógicas: (a) a semântica das constantes lógicas envolvidas - operadores frásicos verofuncionais, quantificadores e o predicado de identidade - e uma noção semântica de validade para as inferências associadas; (b) as regras de dedução natural - introdução e eliminação - para essas constantes lógicas e uma noção sintáctica de validade para as inferências associadas.


Teoria do Conhecimento
Departamento de Filosofia

Espera-se que os estudantes sejam capazes de apreender e aplicar competentemente um conjunto de conceitos, problemas, teorias e argumentos centrais à epistemologia, tradicional ou actual. Com respeito a cada um dos tópicos a seguir mencionados, o curso consiste em introduzir o estado actual da sua discussão através de um exame das principais doutrinas disponíveis e dos principais argumentos a favor e contra cada uma delas: (a) a natureza do conhecimento; (b) o valor do conhecimento; (c) os tipos de conhecimento; (d) a natureza da percepção; (e) a existência e a natureza do conhecimento a priori; (f) o desafio céptico.


Fundamentos de Programação
Programação 1 LTI
Programação 1

Departamento de Informática

Os objectivos desta disciplina são de dotar os alunos da capacidade de programar numa linguagem orientada por objectos, Python, de modo a conseguirem usá-la como uma ferramenta para programar soluções para pequenos problemas.


Lógica de Primeira Ordem
Departamento de Matemática

Esta disciplina é uma introdução à lógica, focando a relação entre linguagens formais e suas interpretações. Pretende-se: 1) introduzir linguagens formais - via as linguagens da lógica de primeira ordem - e suas manipulações sintácticas; 2) interpretar semanticamente essas linguagens, ensinando a formalizar asserções e a raciocinar dedutivamente (formal e informalmente).


Aprendizagem Automática
Departamento de Informática

Estudo de diferentes paradigmas e métodos de aprendizagem automática. Após uma introdução geral aos conceitos fundamentais na área e apresentação de métodos clássicos de aprendizagem supervisionada e não supervisionada, abordam-se em particular métodos para aprendizagem de sequências de acções, como a aprendizagem por reforço. Pretende-se que os alunos sejam capazes de investigar sobre um tema muito recente relevante mas que não é dado e que façam uma exposição crítica desse tópico ou técnica de aprendizagem, fomentando competências de investigação. Pretende-se que o aluno adquira a capacidade de desenvolver novas aplicações, envolvendo a programação de algoritmos ou a sua combinação e extensão.


Biologia Humana
Departamento de Biologia

Conhecer espécies fósseis da evolução humana. Compreender alterações anatómicas na evolução humana. Reconhecer o papel dos fatores genéticos, ambientais e culturais na evolução humana. Identificar os ossos do esqueleto. Relacionar idade, dimorfismo sexual e doença com a morfologia do osso. Caracterizar o ciclo de vida humano e o crescimento posnatal. Identificar fatores biológicos/ambientais que regulam o crescimento e a maturação. Caracterizar o período reprodutor. Caracterizar funções de hormonas reprodutivas. Realizar e interpretar medidas e indices antropométricos. atendendo a referências internacionais. Explorar a influência de factores ambientais e dos estilos de vida no crescimento, estado nutricional e maturação sexual. Compreender as alterações nas fases de crescimento durante a evolução. Explorar as alterações biológicas e as doenças associadas ao envelhecimento. Caracterizar os determinantes do período reprodutor, Relacionar idade e reprodução. Compreender a influência de factores ambientais e dos estilos de vida na fecundidade na infertilidade. Explorar e discutir a relação entre distúrbios na saúde e factores biológicos e ambientais.


Biologia do Stress
Departamento de Biologia

Compreender os processos celulares relacionados com a obtenção de energia, alocação de energia e destoxificação em organismos expostos a múltiplos fatores de stresse. Definir, classificar e utilizar esses processos celulares como biomarcadores para a avaliação do estado de saúde dos organismos expostos a diferentes fatores de stresse. Determinar a importância e a relevância ecológica das respostas celulares relacionando os efeitos observados em biomarcadores com alterações a níveis de organização biológica superiores. Classificar a intensidade do stresse em função das alterações observadas nos organismos expostos. Treinar um conjunto de técnicas laboratoriais (homogeneização, centrifugação e espectrofotometria) e a análise de resultados obtidos pelos alunos. Fomentar a autonomia e o espírito crítico dos alunos em relação aos temas selecionados.


Neurociência Cognitiva da Leitura
Faculdade de Psicologia

A disciplina tem como objetivos de aprendizagem: desenvolver conhecimento crítico e reflexivo da investigação cognitiva atual na área da leitura e reconhecimento visual da palavra; fomentar capacidades de análise e interpretação de resultados de investigação científica com recurso a técnicas experimentais comportamentais e de neuroimagem na área da leitura; desenvolver capacidade autónoma de investigação em ciências cognitivas, especialmente em neurociências e psicologia cognitiva, focada no estudo dos processos cognitivos e neurais envolvidos no reconhecimento visual da palavra.


Métodos de Investigação em Psicologia: Noções Básicas
Faculdade de Psicologia

A disciplina visa promover o pensamento crítico e argumentativo relativo ao método científico e às questões ético-deontológicas associadas à investigação em Psicologia. Espera-se que o estudante adquira competências básicas de planeamento, acompanhamento e comunicação científica de uma investigação.


Antropologia Cultural
Faculdade de Psicologia

São abordados os seguintes temas: natureza e cultura; organização e estrutura da sociedade (parentesco e organização económica); controlo social (organização política e formas de poder político); representações coletivas (mitos e mitologia; religião e magia; sistemas rituais).


Julgamento e Tomada de Decisão na Incerteza
Faculdade de Psicologia

Debruça-se sobre as abordagens cognitivas dos processos de inferência (julgamento na incerteza, tomada de decisão e resolução de problemas). Visa o desenvolvimento de uma visão crítica e atualizada sobre a investigação nesta área e requer a realização de um trabalho de investigação em temas centrais da inferência social. mferreira@psicologia.ulisbooa.pt


Sintaxe: Aspetos Centrais da Teoria Sintática
Departamento de Linguística

A presente unidade curricular visa fornecer os fundamentos centrais no domínio da investigação atual em Sintaxe que permitam aos estudantes a compreensão da literatura da especialidade e o desenvolvimento da sua capacidade argumentativa na resolução de questões suscitadas pelos dados. Incidindo na interação entre teoria e análise dos dados, são apresentados aspetos considerados centrais na teoria sintática, que são aplicados à análise de um conjunto de fenómenos sintáticos concretos.


Semântica
Departamento de Linguística

Esta unidade curricular constitui uma introdução ao estudo do significado nas línguas naturais, com ênfase no português. Pretende-se que os alunos identifiquem os componentes essenciais do significado ao nível da frase e compreendam como funciona a composicionalidade, na combinação de constituintes frásicos. Alguns sistemas de significação serão analisados com maior pormenor. Procurar-se-á desenvolver a capacidade de analisar dados linguísticos, de descrever contrastes relevantes com uma metalinguagem adequada, de reconhecer anomalias de construção e de discutir hipóteses de tratamento de problemas.


Léxico
Departamento de Linguística

Conhecimentos: (i) natureza do léxico das línguas naturais, como se estrutura internamente e como se relaciona com outros domínios da gramática; (ii) propriedades do léxico dos falantes e do seu conhecimento lexical; (iii) aspetos particulares do léxico do português, tanto no que diz respeito à sua formação e desenvolvimento, quanto relativamente ao uso; (iv) conhecimento crítico dos conceitos de unidade lexical, palavra e outras unidades discursivas lexicais; caracterização das unidades lexicais; (v) diversos tipos de relações lexicais. Competências: análise e descrição do léxico das línguas naturais e em particular do léxico do português.


Estrutura Prosódica e Significação
Departamento de Linguística

Evidências para os domínios prosódicos. Interfaces morfologia-fonologia e sintaxe-fonologia. Métodos e experiências na análise de fenómenos prosódicos. A estrutura Prosódica do Português e seu funcionamento na gramática da língua: a Sílaba e a Palavra Fonológica, o Sintagma Fonológico e o Sintagma Entoacional. Contributo da Prosódia para o Significado: o papel do acento de palavra nos contrastes lexicais, ambiguidade e desambiguação prosódica, tipos frásicos, funções discursivas e adequação pragmática. A prosódia no planeamento e processamento da fala; prosódia implícita na leitura silenciosa.


Neuroanatomia e Neuroimagiologia (3 ECTS)
Faculdade de Medicina

Regime intensivo: 4 de Janeiro a 20 de Janeiro; horário: 3ªas, 4as e 5ªas 17-19h. Professora Lia Neto (lianeto@medicina.ulisboa.pt)